Literatura

Mais recentes

O dever de Organização Contabilistica

De subvenção em subvenção

Vão os partidos sobrevivendo

Como aves ao primeiro raio de sol

É vê-los sentados na praça

Recostados de alma satisfeita

Atiram anedotas uns aos outros

A ver qual a que tem mais graça.

E de vez em vez espreitam

Quem pela rua passa

É o pobre do maltrapilho

Que não faz parte da seita

Carrega no corpo os dias

Nos braços o peso da madrugada

É uma criança pequena

Com quem todos querem brincar

E fazer-lhes festas na cabeça

Antes que ele comece a chorar.

É assim o dia-a-dia

Da

0
Ainda sem votos
 
 

Ordenados pelos leitores

Tu.

Tu, que estás aí, que não existes. Eu, que não sou nada e não creio existir. Serei eternamente aquela que escreverá em segredo Filosofias nunca antes escritas Ou escritas tão silenciosamente quanto as minhas E pensadas por mil almas que Pensam saber a imensidade da razão de ser dos seres, e do ser Se é que razão e seres coexistem de facto. Aparte de tudo o que me preenche este vazio Eu não sou mais que o vazio que preenche o tudo das coisas. Estou em cada partícula do espaço, Em cada partícula do ar que respiro, Em cada verso, em cada pensamento que se dissipa no tempo Esse Que o

5
Média: 5 (3 votos)
 

A Casa

“Dou a volta à casa toda, dou a volta à vida toda e é como se um desejo de a totalizar, a ter na mão.” Nela me revejo. Espelho de mim mesmo. Ervas em redor, da altura do meu afastamento, da dificuldade que tenho em regressar à minha vida.
Entro e o cheiro; fresco como a solidão, apaziguador como a morte. Demoro a reagir aos meus olhos, que me mostram a saudade como nunca a tinha visto. E queima. Terna imagem que rebusca o choro no mais íntimo de mim. Mas eu resisto.

4.583335
Média: 4.6 (12 votos)
 

Crónica de um funcionário público para o dia do Entrudo

Na calçada e de sapatos quase gastos caminha

leva vestido os trapos para a mascarada

num dos bolsos o resto do pão duro do outro dia

e no outro a memória da réstia de uma mesada.

Da família

quase nem se lembra

desde que o obrigaram à mobilidade

que já nem sabe se está no norte ou no sul

ou se afinal a terra é plana.

Lembra-se só de algo que ouviu:

o tipo que nos governa foi um grande amigo das farras

que só aos trinta e poucos anos se formou

por isso a frase “alunos não sejam piegas”

ou então arrependido dos gestos, em frases mud

4.5
Média: 4.5 (4 votos)
 

Direito a votar

encontrar-te-ás sozinho à porta do delírio,

terás os cognomes da espera e o direito a votar,

comprarei um passe para visitar o museu das tuas obsessões,

saberás fazer-me voltar a horários fixos,

tirarei notas de rodapé com pormenores complicados e referências exaustivas,

farei esboços dos teus sorrisos,

apunhalar-me-ás com ideias universais e alegres

      a caminho das coisas particulares e tristes,

4.166665
Média: 4.2 (18 votos)